RD Cultural

Notícias sobre o mundo do Rock, shows e eventos nacionais e internacionais

David Gilmour encanta 40 mil em São Paulo

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

Gilmour

Uma noite para ser lembrada até o fim da vida. Uma das maiores referências quando o assunto é música, o guitarrista, cantor e compositor britânico David Gilmour fez sua estreia em terras brasileiras na noite de sexta-feira (11). O artista levou cerca de 40 mil pessoas, que estiveram presentes no Allianz Parque, para uma viagem por sua carreira solo e mais, pelo universo do Pink Floyd, sua antiga banda.

Os 69 anos, com mãos calejadas e muita disposição, Gilmour presenteou seus fãs com cerca de três horas de espetáculo. A faixa 5 AM, de seu novo disco,Rattle That Lock, foi a que abriu a maratona de canções, que foi seguida pela música que dá nome ao novo trabalho. Do mesmo álbum ainda tocou A Boat Lies Waiting e outras.

No público, que se misturava entre cinquentões, sessentões e muitos jovens, era nítida a expressão de emoção, principalmente em momentos como de Wish You Were Here, clássica faixa do Pink Floyd lançada em 1975. Refrão cantado em coro e olhos lacrimejados por toda a parte e arranjos perfeitos de violão. Aliás, à exceção de um pequeno problema no contrabaixo no início da faixa Money, outro petardo do Floyd, a qualidade sonora do espetáculo é indiscutível. Todos os instrumentos e vozes bem regulados.

Sem ostentação, com guitarras surradas – com a tradicional stratocaster preta – e nada de troca de roupas, diferentemente do que vários artistas fazem, Gilmour deu aula de música e feeling. Em Us And Them, outra do seu antigo grupo, o público delirou. A primeira parte do concerto encerrou com High Hopes, tema do disco The Division Bell, de 1994.

Após 20 minutos de intervalo, os músicos voltaram para um set de 80 minutos e, em tom psicodélico e muitas cores no palco, embalaram Astronomy Domine, dos primórdios do Pink Floyd, ainda da época em que a banda contava com Syd Barret, morto em 2006.

Um telão, assim como o usado na turnê Pulse, do Pink Floyd, faz parte do show de Gilmour. Charme à parte, com luzes fortes, imagem perfeita do show e diversas projeções. Shine On You Crazy Diamond veio em seguida e foi um dos pontos altos da apresentação. Perfeita, assim como no disco e com direito ao solo com a guitarra havaiana apoiada no colo do guitarrista.

Em seguida foi a vez de o artista apresentar a banda e aí, a surpresa para muitos. Seu saxofonista é brasileiro. Sim, um jovem curitibano de 20 anos João de Macedo Mello. Destaque também para o coro formado por Bryan Chambers e Louise Marshall. A banda conta ainda com Phil Manzanera (guitarra), Guy Pratt (contrabaixo), Jon Carin (teclado), Stevie DiStanislao (bateria) e Kevin McAlea (teclados).

Ainda houve espaço para temas como Fat Old Sun, On Na Island e Sorrow, entre outras. Por fim, Confortably Numb com direito a um dos solos mais bonitos de guitarra já executados e com as luzes todas direcionadas ao grande anfitrião. David Gilmour se apresenta de novo hoje, no Aliianz Parque, em São Paulo, às 21h. Os ingressos estão esgotados.

David Gilmour

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
%d blogueiros gostam disto: