RD Cultural

Notícias sobre o mundo do Rock, shows e eventos nacionais e internacionais

Músico João Biano lança álbum no Sesc Bauru

9df79e96-909a-4f2e-8dfb-e17c842ac1c3

O músico bauruense, João Biano se apresenta no dia 16 de outubro (sexta-feira) às 20h, no Sesc Bauru (área de convivência) para divulgar as músicas do seu novo álbum: “Caos &  Beleza”.  O projeto, em parte, foi financiado pela plataforma Catarse, com contribuições espontâneas de fãs do trabalho de Biano, e contou com participações mais que especiais, como a de Pedro Luís e A Parede. A entrada é gratuita. O show será realizado com um quinteto de músicos.

O show

O cantor e compositor João Biano apresenta o show  do seu primeiro cd “Caos&Beleza”. O show, que é recheado com a riqueza dos ritmos brasileiros, também aposta na força das palavras para costurar a densidade poética do espetáculo. Segundo Biano, as canções nasceram através de um processo criativo muito intenso, até finalmente apresentar este resultado ao público. Acompanhado de seu violão, da bateria de Fred Castilho (Farofa Carioca / Monobloco), da guitarra e violão de Felipe Eyer (Monobloco), da percussão de Ernani Cal (Monobloco / Gemal & a Máquina) e o baixo de Augusto Manso (Criadores do Acaso / Los Urbanos), Biano garante boas surpresas ao longo do show, que inclui todas as canções do disco, e criativas releituras para Indian Summer, do The Doors e Malagueña Salerosa de Elpidio Ramirez e Pedro Galindo, na versão da banda mexicana Chingon.

Conheça os detalhes deste importante trabalho

Caos&Beleza é o primeiro cd do cantor e compositor João Biano.

Partindo da ideia de Rubem Alves, de que “…a ordem morava no meio do caos e ela (minha alma) estava disposta a suportar o horrendo do caos pela beleza inaudível que existia no meio dele”, o trabalho, que é independente, tem como pano de fundo a “proximidade dos extremos”, uma visão do ser humano moderno, desembocando na cidade do Rio de Janeiro, onde estes dois paralelos se fazem presentes em todos os lugares, a cada instante.Produzido por Filipe Rasta, o disco é composto por 13 faixas, (10 autorais) e conta com a participação especial de Pedro Luis e a Parede.

A primeira faixa, O Mal e o Bem (João Biano), é o cartão postal e mote principal do restante do cd, que logo de cara, já afirma pra que veio: “…o mal e o bem moram em mim, e não pagam aluguel”. Em seguida vem Pão e Circo (João Biano/Léo Zé), uma declaração de amor e festa ao maravilhoso universo circense, que fez parte da vida de Biano aos 10 anos de idade. A canção teve o auxílio luxuoso dA Parede – Sidon Silva, Celso Alvim, C.A Ferrari e do baixo milagroso de Mário Moura. Depois, a pop-libertadora-sonho-canção Leve Alma (João Biano) e a direta e reta Escambo (João Biano). Nem (João Biano /André Fonseca) é sobre o que deixamos pra trás. Com uma poderosa pegada flamenco-batuque do percussionista Mafram do Maracanã, tem Pedro Luis dividindo os vocais da faixa.

Pra costurar a colcha de autorais, Biano regravou a deliciosa Happy End (Tom Zé/ Antônio Padua), do [fabuloso] disco “Se o Caso é Chorar” e Ninguém Faz Ideia, (Lenine/Ivan Santos), que caíram como um tempero fresco no restante do menu. Esperança ao Pé da Porta (Manu Saggioro) é uma canção em preto e branco linda e densa. Aperte o repeat e deixe rolar várias vezes.

Aos mais desavisados, a faixa título Caos&Beleza (João Biano/Pedro Luis) pode soar como uma linda canção de amor jovenguardiana. Mas não se iluda. Mesmo Assim (João Biano/Manu Saggioro/Léo Zé) uma canção em três atos, feita sob forte influência do final do filme “Thelma & Louise”. Em seguida vem a love embolada coco song Por Que? (João Biano/Monalise), e se encerra com a singela e bela Bobeira (João Biano), que mostra a forte influência da música clássica na vida do cantor.

Podemos dizer, depois de ouvir, que Caos&Beleza é um disco ousado e necessário. Ousado por tocar em uma condição corriqueira de todos os seres, principalmente dos humanos, mas que de tão incômoda, se faz de rogada e escondida (proposital e cinicamente). E necessário, por conter belas canções que, sem nenhuma vergonha, são populares (POP SIM!) mas não somente, como há algum tempo não se via e que estamos tão necessitados frente a um cenário mais do mesmo. Parafraseando a canção título: abram alas, batam palmas para ver o Caos&Beleza.

Bom espetáculo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
%d blogueiros gostam disto: